As lesões musculares representam mais de 30% das lesões esportivas. Além de trabalhar na prevenção, os exames de imagem são fundamentais para estabelecer um diagnóstico correto que consiga minimizar suas repercussões, permitindo determinar a gravidade e o tipo de tratamento mais conveniente, bem como orientar sobre o período de baixa e o risco de reincidência.

A Ressonância Magnética (RM), um método de diagnóstico por imagem que não utiliza radiação ionizante em sua técnica, proporciona imagens que permitem a detecção de diversas lesões músculo-esqueléticas.

Com este exame é possível identificar as lesões das fibras musculares e planejar a indicação de intervenção cirúrgica precoce, por exemplo, para evitar complicações e sequelas mioarticulares.